O PHP sucede de um produto mais antigo, chamado PHP/FI. PHP/FI foi criado por Rasmus Lerdorf em 1995, inicialmente como simples scripts Perl como estatísticas de acesso para seu currículo online. Ele nomeou esta série de script de Personal Home Page Tools. Como mais funcionalidades foram requeridas, Rasmus escreveu uma implementação C muito maior, que era capaz de comunicar-se com base de dados, e possibilitava à usuários desenvolver simples aplicativos dinâmicos para Web. Rasmus resolveu disponibilizar o código fonte do PHP/FI para que todos pudessem ver, e também usá-lo, bem como fixar bugs e melhorar o código (PHP, 2011).

Os dois estudantes Andi Gutmans e Zeev Suraski que utilizavam PHP em um projeto acadêmico de comércio eletrônico resolveram, resolveram cooperar com Rasmus para aprimorar o PHP. Para tanto, reescreveram todo o código-fonte, tendo em vista melhorar sua performance e modularidade em aplicações complexas, para tanto resolveram batizado este núcleo de Zend Engine (Zeev + Andi) dando início a Zend Technologies, empresa que investe pesado no PHP junto com a comunidade.

Uma das grandes vantagens do PHP é sua facilidade de aprendizado. Ao ler poucas páginas de tutoriais ou de algum livro, um programador já é capaz de montar um formulário HTML e de criar um script PHP que processe os dados fornecidos pelo usuário. Isso favoreceu o rápido aumento do número de programadores e o surgimento de grandes softwares (MINETTO, 2007).

Contudo, essa facilidade de aprendizado permitiu o surgimento de programas, digamos, pouco eficientes, programas vulneráveis a ataques, com péssima manutenibilidade, os denominados “spaggeti code”, com PHP e HTML inseridos no mesmo script, e também a dificuldade de se trabalhar em equipes, entre outros. Um dos argumentos usados por programadores de outras linguagens era que “PHP facilita a geração de programas ruins” (MINETTO, 2007).

Referências Bibliográficas

MINETTO, Elton Luís. Frameworks para Desenvolvimento em PHP. São Paulo: Novatec. 2007. 192p.
PHP. Manual do PHP. 2011. Disponível em: http://php.net/docs.php. Acesso em: 20 Fev. 2011.

Leave a Reply

*

Current month ye@r day *